Os benefícios da pimenta-longa indiana

Publicado em

31 de Outubro de 2016

Compartilhe

A pimenta-longa também é conhecida como pimenta-longa-javanesa, indiana ou indonésia. Essa pimenta não é tão comum em nossas cozinhas, mas é uma ótima alternativa, especialmente para quem procura uma especiaria um pouco mais ardida que a tradicional pimenta-do-reino preta.

A aplicação dela na comida pode ser feita da mesma forma que a pimenta tradicional - desde que você leve em conta que ela é um pouco mais forte. Para fazer comida indiana, então, essa é o condimento ideal. 

Agora confira os benefícios que incorporar esse tempero à comida pode trazer para a sua saúde:

1. A pimenta-longa ajuda a controlar a Diabetes

Essa pimenta ajuda a reduzir o nível de glucose no sangue, assim, auxilia no controle da diabetes e suas complicações. 

2. A pimenta-longa ajuda no funcionamento do fígado

Muitas pessoas atualmente possuem problemas no fígado pelo consumo excessivo de comidas processadas e industrializadas. A pimenta-longa ajuda no fortalecimento do fígado, das suas funções de filtrar toxinas e na prevenção da icterícia, uma doença que leva a uma cor amarelada na pele, nas membranas mucosas ou nos olhos.

3. A pimenta-longa ajuda a combater bactérias hostis

Hoje nós sabemos que existem muitas bactérias benéficas para a nossa saúde, incluindo aquelas que vivem em nossos corpos. Porém, também existem bactérias hostis que podem nos causar danos e a pimenta-longa pode auxiliar a combatê-las.

4. A pimenta-longa auxilia no emagrecimento e combate à obesidade

Como boa parte das pimentas, a pimenta-longa ajuda no emagrecimento e no combate à obesidade, reduzindo a gordura corporal e auxiliando o corpo a desfazer-se de toxinas graxas estagnadas. Além disso, o seu consumo pode elevar levemente a temperatura geral do corpo, ajudando a queimar gordura.

5. A pimenta-longa pode ajudar no fluxo de oxigênio do corpo

Dessa forma, a pimenta-longa auxilia a prevenir doenças no pulmão, melhora a saúde da pele e no combate à doenças do coração e asma. 

Por fim, apenas ressaltamos que como todo ingrediente, especialmente especiarias, essa pimenta deve ser usada com parcimônia, pois seu uso exagerado pode causar danos à saúde. Além disso, recomenda-se que mulheres em gestação ou amamentando evitem o seu consumo.